Petrobrás anuncia a privatização da TAG

Posted on

A Petrobrás divulgou nessa sexta-feira a privatização da TAG, nesse primeiro momento a empresa vai divulgar o processo de alienação de 90% da participação na Transportadora Associada de Gás S.A.

A TAG é uma subsidiária da Petrobrás que transporta o gás natural, e possui uma rede de cerca de 4,5 mil km de extensão de gasodutos, localizados nas regiões Norte e Nordeste, e sua capacidade de transporte é de 74,7 MMm3/d.

A Petrobrás dividiu sua rede de gás natural da TAG em dois pólos, formando uma carregadora no Sudeste (NTS) e outra no Norte-Nordeste (TAG).

Em setembro de 2016 a Petrobrás vendeu de 90% das ações da NTS para a Brookfield Infrastructure Partners, no valor de US$ 5,19 bilhões.

Quem vai ganhar com a privatização da TAG

A privatização da TAG a companhia perde o controle do sistema, e começa a paga pelo serviço de transporte, custo que hoje a Petrobrás não tem.

É muito difícil não ficar indignado com esses desinvestimentos totalmente descabidos. Vender para pagar aluguel? no caso da NTS e agora com a privatização da TAG. Estamos trocando ativos estratégicos em passivos futuros.

Com a venda da NTS entrou no caixa US$ 5,19 bilhões, e em apenas um trimestre a Petrobrás gastou R$ 1,01 bilhões em alugueis.

 A rede de gás natural faz a conexão entre a produção e o consumo. Além disso, a Petrobrás investiu pesado nos últimos anos na malha de gás para atender o aumento do consumo.

Os gasodutos também são estratégicos para escoar da produção do Pré-sal.

Campos maduros, térmicas, refinarias, fábrica de fertilizantes, distribuidora, privatização da TAG… vai sobrar o quê?

Vão sobrar contas a pagar.

Mais um bem estratégico que se vai. Rockfeller mostrou no início da indústria do petróleo a importância de uma indústria integrada verticalmente. Se o gás é o combustível da transição energética, porquê razão vender a malha de gás? Difícil acreditar que isto será bom para a Petrobrás.

As faixas por onde passam os Gasodutos, são em grande parte, de propriedade da Petrobrás. Como vai ficar esta situação após a privatização da TAG? A empresa que adquirir vai pagar pela utilização da faixa ou a área vai junto com o negócio?”

A criação de novas figuras jurídicas atende a interesse de fazer caixa, uma opção míope e pouco estratégica. A eficiência da Petrobrás está na integração das diversas áreas, atuando do poço ao posto. Desarticular essa cadeia significa sacrificar o futuro da companhia.

VisaoPetroleira.com – Por Steve Austin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *